Faltando pouco tempo para a apuração da primeira fase de votação do Top of Mind 2019 (não deixe de participar, clique aqui para votar), a expectativa começa a crescer para que seja formado o TOP5 de cada uma das 33 categorias presentes na edição deste ano.

Divididas em três blocos, as categorias premiam as melhores empresas fornecedoras de produtos/serviços para RH, as empresas com as melhores práticas reconhecidas e, por fim, os melhores profissionais da área, aqueles cujo comprometimento é catalisador de conquistas, times engajados e práticas reconhecidas no mercado. Aos profissionais, o Top of Mind reserva quatro categorias, que são as seguintes:

Profissionais

  • Dirigente de RH

Uma das categorias mais visadas da premiação, ela representa o reconhecimento da comunidade de RH em prol de quem, efetivamente, faz a diferença na área. A categoria valoriza profissionais responsáveis por boas condutas, práticas e ações que potencializam não somente o crescimento do setor, mas que também oferecem uma gestão humanizada e conduzem a equipe a buscar os objetivos almejados. Como um maestro, o dirigente de RH rege o seu time ao sucesso.  

  • Empresário de Destaque – Empresa Fornecedora

Mais do que “fornecedores”, estes profissionais são “parceiros de negócios”. A categoria reconhece a entrega e o profissionalismo dedicados por aqueles que, além de lidar diretamente com os RHs, assumem a postura estratégica que faz diferença nos negócios. Além disso, as indicações reforçam o quão reconhecidos como empresários de destaque são os mais lembrados.

  • Jovem Talento de RH

Renovação, ação e inovação: os jovens cada vez mais fazem a diferença nos RHs. A categoria Jovem Talento de RH dá espaço às novas gerações da área, elencando profissionais conduzidos por novas e transformadoras ideias. Estratégicos e digitais, são profissionais essenciais para o ambiente e o equilíbrio organizacional, assumindo o protagonismo.

  • Profissional de Vendas – Empresa Fornecedora

Se há uma coisa a qual um vendedor não pode se dar ao luxo é parar no tempo. E não estamos falando no sentido de adotar ou se apegar a práticas antigas e que já deixaram de funcionar, mas sim, de ser capaz de se reinventar diariamente, estando a par das novas informações diárias e das oportunidades que surgem em seu caminho. Nenhum produto ou conceito, por melhor que seja, se vende sozinho, e só aqueles que dominam a prospecção, a comunicação e são capazes de encantar e negociar, se destacam e são lembrados.